Aprenda a fazer glitter caseiro que não polui o meio ambiente

postado em: Inspiração | 0

O Carnaval está chegando e é tempo de se cobrir de glitter da cabeça aos pés. O problema é que glitter é geralmente feito de copolímeros de plástico e folículos de alumínio. Depois que a festa acaba e o folião vai para o banho, esses minúsculos pedacinhos de plástico vão parar no oceano, somando-se às 8 milhões de toneladas do resíduo que poluem as águas.

Então quer dizer que o glitter está proibido nesse Carnaval? Nada disso! Existem alternativas sustentáveis para sair brilhando por aí que podem ser feitas na cozinha da sua casa, segundo listou o WikiHow.

Você vai precisar de sal e corante para alimentos. Coloque o sal num potinho e pingue algumas gotinhas do corante na cor desejada. Não tem fórmula certa: o ideal é ajustar a quantidade do corante de acordo com o tom que você pretende conseguir, sabendo que quanto mais gotinhas adicionar, mais escuro ele ficará. Para chegar a uma tonalidade perfeita, a dica é adicionar o corante aos poucos.

O próximo passo é misturar bem os ingredientes e deixar secar o seu glitter natural por, pelo menos, duas a três horas. Outra técnica é assar o sal em uma assadeira forrada com papel manteiga por um tempo de 10 a 15 minutos. Se optar por fazer isso, é importante deixar o glitter esfriar antes de usá-lo no corpo e sair brilhando por aí!

Materiais Necessários

Glitter de sal fácil

  • Sacos plásticos com fecho
  • Sal, como o de mesa, o kosher, o marinho ou o sal amargo
  • Corante alimentício com as cores desejadas
  • Recipientes para armazenar

Preparando uma purpurina de sal fácil

1 – Despeje um pouco de sal em um saco plástico com fecho. Para evitar ter de lavar tigelas e pratos, você pode misturar o glitter em um saco plástico desse tipo. Será necessário usar um saco para cada cor de glitter que for feita. Encha-os com a quantidade de sal desejada, mas sem exagerar, ou vai ficar difícil misturar depois.[1]

  • Você pode usar o tipo de sal que quiser, como o sal de cozinha comum. Porém, os sais mais grossos, incluindo o kosher e o sal marinho, costumam dar mais certo. Dá para usar até o sal amargo, que brilha sozinho.
  • Lembre-se de que a quantidade de sal usada será a quantidade de glitter que você terá no final.

2 – Acrescente várias gotas de corante alimentício ao saco. Depois de colocar o sal no saquinho, é hora de colorir o glitter. Pingue várias gotas de corante alimentício líquido da cor desejada no sal.[2]

  • Você pode adicionar o quanto quiser de corante alimentício, mas quanto mais sal estiver usando, mais corante precisará colocar.
  • Na maioria dos casos, mais corante deixa a cor final mais escura e saturada. Talvez você precise acrescentar até 10 gotas se quiser um glitter bem escuro e estiver fazendo bastante.
  • Para uma purpurina leve e em tom pastel, uma ou duas gotas de corante podem ser o suficiente.
  • É melhor começar com pouco corante; você sempre pode colocar mais se quiser deixar a cor mais escura.

3 – Feche o saco plástico e misture o sal ao corante. Depois de acrescentar as gotas de corante, feche o saco e agite-o bem, movimentando os dois ingredientes para combiná-los completamente.[3]

  • Dobre a ponta do saco com o fecho e segure-a na mão ao agitar para que o sal não escape enquanto você estiver misturando.
  • Caso o glitter não esteja da cor desejada, coloque mais corante e misture outra vez. Repita o processo até ficar satisfeito com a cor.

4 – Abra o saco e deixe o sal secar. Quando ele estiver da cor desejada, abra o saquinho para que o ar entre e deixe em um local quente e seco. Na maioria dos casos, a purpurina só precisa secar por duas a três horas.[4]

  • Talvez seja necessário deixar mais tempo se você tiver feito bastante glitter. Para se garantir, deixe secando durante a noite.
  • Depois que o glitter estiver seco, você pode passá-lo para um recipiente, como um saleiro velho.

Dicas

  • O glitter de sal feito com corante alimentício é comestível, e portanto pode ser usado na borda de copos para margaritas e outros drinks. É só umedecer a borda do copo e mergulhá-la no glitter de sal.
  • A purpurina de sal feita com tinta que brilha no escuro é ideal para projetos de artesanato.
  • Os saleiros e pimenteiros velhos são ótimos recipientes para o glitter de sal. Eles costumam ter tampas perfuradas para que você possa polvilhar a purpurina com facilidade.
  • Qualquer cola serve para grudar o glitter em projetos de artesanato.
  • Você pode usar açúcar se não tiver sal em casa. Nesse caso, não asse o glitter para secá-lo, pois ele vai derreter no forno e pode estragar a assadeira.
  • Não asse o glitter por tempo demais, ou ele pode queimar.

Nossos produtos da Victoria’s Secret mais vendidos:

 

Comentários

Comentários