Dez dicas de consultoria de estilo

1. Arrume um espelho de corpo inteiro e olhe bem para você. Pare de enxegar só os defeitos. Pelo contrário, procure as suas qualidades. Você vai precisar respeitar o formato do seu corpo e suas preferências antes de repensar o seu estilo e organizar o seu armário.

2. Olhe, com calma, TODAS as roupas que você tem no armário. Pegue uma por uma, experimente, e olhe de novo no espelho. Botões explodindo, zíperes que não fecham mais, decotes que revelam além da conta, barras que não escondem o que deveriam, tudo isso deve ficar em uma pilha. Em outra, deixe apenas as peças que você realmente usa.,

3. A princípio, não jogue nada fora. Certamente você tem muitas roupas que foram guardadas por valor afetivo. Guarde tudo o que não usa em uma mala. Se, em três meses, não precisar de nenhuma peça daquela mala, é hora de descartá-las.

4. Tente dar novas versões às roupas do dia a dia. Brinque com as peças, invente algumas combinações novas, teste outros acessórios. É muito comum a gente ficar viciado em certos looks, e acabar usando as roupas sempre do mesmo jeito. Não tenha medo de arriscar. Faça de um lenço uma pulseira, monte sobreposições. Dar nova versão às peças que você já tem é uma maneira de evitar o desperdício. Nem sempre é preciso comprar novas roupas, basta outro olhar para aquelas que a pessoa já possui.

5. Faça uma lista das peças básicas que você tem e das que faltam. Não dá para viver sem: uma camisa branca, um blazer preto, uma saia preta, um jeans básico, uma calça de alfaiataria, uma jaqueta de couro, um cinto fininho, um sapato social e uma sapatilha. Um tênis legal para andar em um domingo à tarde também é obrigatório. Só vá às compras sabendo exatamente o que você precisa.

6. Na hora de comprar, deixe em casa a síndrome do 38. Respeite o seu biótipo. Não se preocupe em saber se uma roupa fica bem para gordas ou magras. Esteja certa de que a roupa fica bem para você, se veste perfeitamente no seu corpo. Esqueça a numeração. Compre pelo conforto, pelo caimento, não pelo manequim.

Notícia completa

Comentários

Comentários