Dúvida na hora de escolher um bom protetor solar?

Descubra as três principais características que os dermatologistas esperam de um bom protetor solar.

1 – ter uma textura agradável.

Protetor solar deve ser usado todos os dias. Para criar o hábito em seus pacientes, dermatologistas acreditam que o protetor solar ser gostoso de usar. Novas tecnologias oferecem produtos cada vez mais leves, livres de óleo (oil free), de rápida absorção e com toque seco. Existem ainda protetores líquidos tão leves que são adequados para o uso em conjunto com a maquiagem ou o hidratante.

2 – Ser não comedogênico.

Ou seja, não obstruir os poros, evitando assim o aparecimento da acne.

Dica: Diz-se que podemos saber a idade de uma pessoa pelas mãos. Isso se deve ao fato de não haver costume de protegê-las. Aplique o protetor solar também nas mãos, evitando o fotoenvelhecimento nessa área.

3 – Oferecer proteção eficaz e prolongada contra os raios UVA e UVB.

O protetor solar deve proteger contra os raios UVA. Assim a pele estará protegida contra os principais danos solares, como manchas, rugas, queimaduras e câncer de pele. Além da proteção contra os raios UVA e UVB, o filtro solar precisa ser fotoestável, ou seja, garantir uma proteção completa por mais tempo. Os raios UVB atingem a superfície da pele, são mais energéticos e por isso são os responsáveis pelas queimaduras. Eles são os principais causadores de danos a pele. Os raios UVA penetram mais profundo na pele, são menos energéticos, mas em  conjunto com os raios UVB causam danos como rugas, manchas e câncer de pele.

Você já pensou nisso? Portanto, cheque na embalagem do protetor que você for comprar se ele realmente oferece essas proteções e curta o verão de bem com você!

Comentários

Comentários